Cartão de crédito: uma interessante história sobre sua criação

16/06/2021 às 15:24
O primeiro nicho de cartões desse tipo apareceu nos Estados Unidos em 1950, por meio de dois sócios: Ralph Schneider e Frank McNamara, fundadores da Diners Club.

Publicidade

A história do cartão de crédito é tão interessante que ficou conhecida como “A primeira ceia”.


Publicidade

O primeiro cartão de crédito

Certa noite, do ano de 1949, o advogado Frank McNamara jantava com sócios num restaurante em Manhattan. 

No momento de pagar a conta, o advogado percebeu que tinha se esquecido da carteira com o dinheiro e cheque em casa.  


Publicidade

Completamente sem graça, ligou para casa e pediu a esposa que fosse ao restaurante levar o dinheiro.

A conta foi paga, Frank McNamara e a esposa se despediram dos sócios e foram para casa, mas o fato não deixou que o advogado dormisse.

E assim, mediante a esse inconveniente, Frank McNamara teve a ideia de que alguma coisa poderia servir como garantia de pagamento ao restaurante, como se fosse uma declaração, em forma de um cartão, que firmasse o débito e o pagamento posterior.

O advogado levou a ideia a dois amigos Alfred Bloomingdale e Ralph Schneider que aceitaram imediatamente a ideia e anteviram um grande negócio.

Inicialmente, a proposta seria levada somente a restaurantes. Seriam cartões de cobrança, acrescentados de juros aos pagamentos mensais. Tal acréscimo de juros fez com que o advogado conseguisse lucro a cada cartão distribuído.

Frank McNamara convenceu muitos restaurantes a se inscreverem para o cartão com um desconto de dez por cento para cada compra na loja. 

Muitos vendedores se inscreveram porque não havia taxa ou cobrança e era mais fácil comprar refeições sem se preocupar com dinheiro. 

E, assim, em 1950, surge o Diner’s Club, cuja tradução pode ser entendida como “O clube dos comensais”, e com ele uma nova indústria de cartão de crédito.

A ideia de Frank McNamara se alastrou rapidamente. E seguindo a mesma linha do Diner’s Club, em 1955, estão o Trip Charge, Golden Key, Gourmet Club, Esquire Club e Carte Blanche.

Apesar da evidencias e da adesão quase que imediata das empresas à sua ideia, infelizmente, o advogado não acreditou que o projeto pudesse prosperar. De maneira que Frank McNamara, em 1953, vendeu tudo para a Schneider and Bloomingdale por $ 200.000 e seguiu carreira no mercado imobiliário. 

Embora McNamara não tenha tido perspicácia e confiança em seu próprio negócio, ele deu ao mundo uma nova maneira de fazer negócios.

O cartão de crédito no Brasil

Em 1954, o empresário tcheco Hanus Tauber comprou nos Estados Unidos a franquia do Diners Club e propôs sociedade ao empresário Horácio Klabin. 

Em 1956, o cartão com a bandeira Diners foi lançado aqui no Brasil e aceito por apenas um pequeno grupo de restaurantes. 

Tempos depois, em 1968, o Bradesco foi o banco que fez a emissão do primeiro cartão de crédito brasileiro, cuja bandeira Elo funcionava apenas como representante da Visa no Brasil.

Entre os anos de 1997 a 2010 surgiram quase uma centena de cartões que se tornaram responsáveis pelo aumento do comércio, atingindo, especialmente, regiões mais distantes do eixo Rio-São Paulo e capitais. 

Ao final de 2006, os cartões no Brasil apresentavam uma ampla adoção por grande parte da população.

Em 2009, o Brasil, já contava com aproximadamente 90 milhões de cartões de crédito e 200 milhões de cartões de débito. Todavia houve um distensão entre as bandeiras. 

De um lado, cartões com a bandeira Visa eram aceitos apenas por estabelecimentos que tivessem maquininha da Visanet – hoje a Cielo. De outro lado, a bandeira Mastercard só era aceita pela maquininha da Redecard – hoje  Rede.

Hoje, de acordo com o Banco Central, que divulgou as Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil, o número de cartões de crédito no Brasil cresceu 18% em 2019, atingindo 123 milhões de unidades, enquanto os cartões de débito apresentaram avanço de 14%, chegando a 132 milhões de unidades.

As principais bandeiras de cartão de crédito

As principais bandeiras de cartão de crédito no Brasil são:

Visa:

Uma da bandeira mais tradicionais. Seus serviços atingem inúmeros setores financeiros. Sua maior façanha é a de conectar consumidores, empresas, instituições financeiras e governos em mais de 200 países e territórios. Isso permite à bandeira usar a moeda digital, em vez de dinheiro e cheques. 

Além disso, a empresa facilita o processamento de transações em nome de instituições financeiras e comerciantes por médio do VisaNet, uma das redes mundiais de tratamento mais avançados, capazes de lidar com mais de 10.000 transações por segundo.

Desde 1981, quando chegou ao Brasil, por meio de uma parceria com o Bradesco, foi a primeira a  oferecer cartões corporativos, com chip e também a versão para débito — Visa Electron.

MasterCard:

Empresa americana que tem duas associações importantes, desde o seu surgimento em 1976. Uma com o Banco Nacional do México e a outra com o Eurocard, na Europa. 

Entre seus principais produtos estão cartões de crédito, cartões de débito, cartões pré-pagos e cartões empresariais. Nos últimos anos, a companhia também investiu em soluções de segurança para pagamentos, incluindo tecnologia de chip e a Mastercard ID Theft Protection.

A bandeira está presente em mais de 210 países e conta com mais de 35 milhões de estabelecimentos parceiros ao redor do mundo. 

No Brasil desde 1996, é uma das principais empresas de soluções de pagamentos do país.

Elo:

Marca brasileira estabelecida entre Bradesco, Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. Essa bandeira é aceita em cerca de 200 países e em 35 milhões de estabelecimentos comerciais. 

A bandeira oferece funções crédito, débito e pré-pago. Além disso, é de grande valia a pessoas jurídicas, em razão dos programas especiais para pequenas, médias e grandes empresas, transformando-a em uma ótima opção. 

Embora não alcance as primeiras posições, seu crescimento é excelente. No ano de 2016, a bandeira praticamente dobrou a quantidade de cartões emitidos e consegue atingir cerca de 10 milhões de clientes.  

American Express:

Parceira da Cielo, Rede, GetNet, Stone, Credicard e outros, a American Express se torna outra excelente opção para os estabelecimentos, tendo os Bancos Bradesco e do Brasil como responsáveis pela emissão do cartão em território nacional. 

A bandeira americana é seletiva e abrange a maior parte dos clientes com altíssimo poder de compra e de renda. A bandeira é aceita em mais de um milhão de estabelecimentos no Brasil e cerca de treze milhões no exterior. 

Hipercard:

Aceita em mais de um milhão de estabelecimentos no país, da empresa do Itaú Unibanco e parceria com a rede Walmart.  

Diners Club:

É uma das principais bandeiras de cartão de crédito no Brasil, entre os clientes com alto poder aquisitivo. 

Pedir Samsung Itaucard
Mais Opções

Como conseguir um cartão Diners Club da Caixa?

Próximo Cartão

Zippi: O cartão criado para o profissional autônomo

Mais opções para você

Buscando cartão

0