Brasil, país de inadimplentes. Quando perdemos nosso direito à compra?

31/03/2021 às 17:32
O CPF negativado é a inscrição dos dados de uma pessoa em sistemas de proteção de crédito autorizados no país.

Publicidade

Diante de um assustador aumento do custo de vida, provocado inicialmente por uma pandemia que assola nosso país, gerando, por conseguinte, desequilíbrio econômico, não há como manter as contas em dia, não é mesmo?


Publicidade

Na opinião de especialistas do SPC Brasil, o somatório entre inflação alta, juros elevados e aumento do desemprego resulta numa equação viciosa, ou seja, por mais que o consumidor queira honrar sua dívida, a situação econômica não favorece a quitação.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo – CNC, após três reduções seguidas, o número de brasileiros com dívidas voltou a subir no último mês de 2020.


Publicidade

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor – Peic de dezembro apontou que 66,3% dos consumidores estão endividados, uma alta de 0,3 ponto percentual com relação a novembro.

No comparativo anual, o indicador registrou aumento de 0,7 ponto percentual.

Observe o quadro:

Como resolver tamanho problema?

Você e eu muitas vezes já nos perguntamos qual é a melhor maneira de agir, a quem recorrer, o que faz com que fiquemos com o nosso nome impedido e como nos livrar desta pedra no nosso sapato.

São muitas dúvidas que fervilham nossa cabeça, não é mesmo?

Mas não se preocupe, porque estamos aqui para tentar  de explicar esse processo da melhor maneira possível.

Vamos lá?

Se você já fez perguntas como estas, atenção às respostas.  

Eu sou avisado sobre a inclusão do meu nome e CPF no SPC?

A resposta é positiva. O Código de Defesa do Consumidor dispõe que o consumidor seja comunicado por escrito quando da abertura de cadastro em seu nome (art. 43, § 2º).

Vale ressaltar que, caso receba algum e-mail informando-o acerca de um apontamento no SPC, delete-o, pois se trata de vírus. A comunicação é sempre feita via correio/postal.

SPC e SERASA são a mesma coisa? Se meu nome está no SPC, ele também estará na SERASA?

A resposta é negativa. Trata-se de bancos de dados distintos.

O SPC recebe dados de devedores do comércio, prestadores de serviços, financeiras, algumas redes bancárias e informações provenientes do Banco Central.

O SERASA recebe a maior de parte de suas informações da rede bancária e Banco Central.

Desta forma, podem existir informações que constam em uma base de dados e não na outra.

Se estiver com o nome no SPC, posso fazer concurso público e tomar posse de seu cargo no caso de aprovação?

Tudo vai depender do Edital do Concurso. Se, por ventura, se sentir prejudicado, você pode  recorrer, a fim de assegurar sua vaga ou a continuação das outras etapas do concurso.

Como posso saber se meu nome está no SPC?

A consulta ao banco de dados do SPC pode ser realizada pessoalmente  ou pela internet, mas, devido à pandemia, o atendimento está ocorrendo exclusivamente pelo canal: APP – SPCCONSUMIDOR – Site: www.negociardivida.com.br 

O que gera a inclusão do CPF do consumidor no SPC?

O atraso no pagamento.

Quem pode registrar no SPC?

As empresas associadas às Câmaras de Dirigentes Lojistas de cada município.

Escolas, faculdades e planos de saúde e condomínios podem registrar seus clientes inadimplentes no SPC?

A resposta é positiva.

Governo e entidades ligadas à proteção ao crédito sempre criam campanhas no sentido de dar oportunidade a todos que querem  negociar dívida, mas temem as taxas de juros.

De acordo com especialistas do Procon, o consumidor deve fazer a si mesmo sempre três perguntas essenciais, quando está na iminência de fazer um gasto:

São elas: “Eu preciso disso? Eu posso pagar? Eu realmente devo comprar este produto agora?” Se apenas uma resposta for negativa, é sinal de que não se deve efetuar a compra.

Conclusão

Ah, já estava me esquecendo.

Aprenda mais e busque por orientação financeira.

Entenda quais são os gastos que realmente são necessários ao seu dia a dia.

Depois, planeje. Faça todo mês um planejamento mensal, anotando gastos essenciais, como água, luz telefone, gastos imediatos, como compras de remédios.

Somente depois você analisa de que realmente precisa, o que é prioridade, como troca da TV, compra de uma máquina de lavar.

Aí sim, você vai sentir como é bom ter controle dos gastos.

Viu só. Cuidar do seu dinheiro não é tão complicado quanto imagina!

Como saber se estou negativado?
Mais Opções

Banco Inter: É bom mesmo? Veja os pontos positivos e negativos

Próximo Cartão

Nova lei amplia margem do consignado para aposentados

Mais opções para você

Buscando cartão

0