Estação é confiável?

“Um ato de confiança dá paz e serenidade.”

Fiódor Dostoiévski

Acreditar, aceitar e confiar é a base  para abrir um negócio.



Confiar no potencial do seu time, de seu sócio, de seu par e, principalmente, no seu próprio potencial.

Nosso mundo virtual permite uma navegação ampla, e quando o cliente encontra um site no qual confia e acredita no conteúdo, isso é tudo de bom.

Essa troca, ainda que virtual, é muito bom.

Quando o cliente confia em nós, o Estação Notícia, não quer dizer que é porque ele sabe tudo sobre o nosso site. Na verdade, é não precisar saber de tudo.

A confiança é uma emoção positiva que garante o vínculo.

Estação faz pedido de cartão?

Não. Nosso trabalho consiste apenas em oferecer a você as melhores e mais confiáveis informações sobre cartões de crédito, a fim de que possa fazer a sua escolha. Isso porque, todos os dias selecionamos sempre cartões que possuem credibilidade no mercado. Com o Estação Notícia você pode fazer sua escolha com toda segurança.

Todos os dias muitas pessoas buscam informações sobre bancos e cartões pela internet e, naturalmente, surgem dúvidas, por exemplo: este site é confiável? a informação é segura? estou num ambiente seguro?

Fique tranquilo! O Estação Notícia está de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD. Não pedimos nenhum dado pessoal. Aqui o ambiente é seguro.

Os profissionais do Estação Notícia estão sempre a pesquisar as novidades dos bancos e de seus cartões, para oferecer as melhores e mais atuais informações sobre o mercado financeiro, de maneira eficiente e imparcial.

Proteção dos dados

É consenso que a Revolução Digital  trouxe um incrível avanço tecnológico.  Todavia, os impactos trazidos por ela foram positivos e negativos, não somente ao nosso cotidiano, mas também, às pequenas operações empresariais.

Prova disso é a quantidade de dados pessoais que passaram a circular no universo digital.

Em qualquer compra, assinatura, consulta, estão lá os campos de dados pessoais, como, por exemplo, o Google informando que pode salvar senhas.

De forma que esse mecanismo passou a se tornar uma preocupação, e muitos usuários se perguntaram: até que ponto esse armazenamento de dados é seguro?

Dessa preocupação resultou na promulgação da Lei Geral de Proteção de Dados nº 13.709/18, em setembro de 2020 que regula o tratamento de dados pessoais.

Em outras palavras, quais são as informações que permitem a identificação de pessoas, sejam elas físicas ou jurídicas, de direito público ou privado que estão sujeitas às regras e às punições da nova legislação?

Perceberam o cuidado? Continuemos.

A Lei Geral de Proteção de Dados, doravante, LGPD, alcança todas as empresas que oferecem bens e/ou serviços no mercado brasileiro e, é claro, o Estação Notícia integra este rol de empresas.

A legislação se fundamenta no respeito à privacidade, à autodeterminação informativa, à liberdade de expressão, de informação, de comunicação e de opinião.

A LGPD preza valores referentes à inviolabilidade da intimidade, da honra e da imagem.

A LGPD também estabeleceu parâmetros para o desenvolvimento econômico e tecnológico.

Em decorrência, a inovação, a livre iniciativa e a livre concorrência, assim como a defesa do consumidor e dos direitos humanos, como a liberdade e dignidade dos cidadão, estão intricados à Lei.

A intenção primeira da LGPD é adotar medidas para diminuir riscos dos usuários e responsabilizar àqueles que permitirem tal violação, com multas que podem chegar a R$ 50 milhões por infração.

Isso sem mencionar outras medidas previstas nesta Lei.

Vale destacar que a LGPD deve ser aplicada a empresas brasileiras nacionais aqui e no exterior.

A função da Lei é  clara e seus procedimentos justos.

E a essência da LGPD é a de que esteja perfeitamente em conformidade aos princípios éticos.

E, de acordo com o pensamento de Aristóteles, a ética é o estudo do comportamento, das ações, das escolhas e dos valores humanos.

Nesse contexto, o Estação Notícia estudou a Lei e a põe em prática.

Como a dinâmica do blog é a transmissão de informação, para que pedir dados? Não há razão.

De forma que o nosso leitor tem o Estação Notícia como lugar seguro, no qual é possível entrar, ler as informações, se decidir e sair tranquilo.

Isso é confiança!

O leitor tem a liberdade de entrar no blog do Estação Notícia, se informar e tomar a melhor decisão, de forma legítima, autônoma, imparcial.