Pagamento por aproximação é seguro?



Publicidade

Neste post você vai entender por que os cartões de credito por aproximação despertam a curiosidade e atraí tanto a atenção e interesse das pessoas.

A tecnologia Contactless (sem contato) surgiu como uma forma de praticidade na hora de efetuar pagamentos.



Publicidade


Quem possui o cartão Contactless consegue efetuar suas  compras apenas aproximando o cartão da maquininha, sem precisar inseri-lo. Tanto para crédito como para compras no débito.

Os cartões e máquinas que possibilitam esse tipo de pagamento contam com um chip e uma antena de radiofrequência (RFID). São eles que permitem que a transação seja feita sem fio com o terminal de pagamentos.

A nova tecnologia, também conta com dispositivos de segurança bastante específicos.

Cada transação realizada com a NFC gera uma espécie de criptografia, que protege os dados do cliente e os do cartão, oferecendo maior segurança para o usuário.

Como funciona o cartão por aproximação?

O pagamento por aproximação acontece por meio de uma tecnologia chamada NFC.

Sendo assim, só é possível realizar uma transação se dois dispositivos estiverem próximos um do outro.

Agora até cartões estão aderindo à tecnologia de pagamento por aproximação. E vários bancos e fintech, já possuem cartões com NFC.

Dessa forma, não será mais preciso inserir o cartão na maquininha ou digitar a senha. Basta aproximá-lo da máquina que tenha também NFC.

Com tecnologia é possível efetuar pagamentos por meio do celular, pulseira e até com o cartão, apenas aproximando da máquina de cartão.

Também não é preciso digitar a senha, exceto em alguns casos em que o valor da transação é muito alto que, por questão de segurança, é pedido a senha.

O cartão por aproximação funciona da seguinte forma:

  • Verifique se a maquininha do estabelecimento aceita a função contactless;
  •  O lojista informa a opção de pagamento e o valor da compra na máquina;
  • O cliente comunica ao lojista se deseja utilizar a forma de pagamento no débito ou crédito;
  • Aproxima o cartão do terminal e se caso for necessário devido ao valor da compra digita a senha;
  • Em segundos, pagamento realizado!

Como é possível pagar por aproximação

Os cartões atuais utilizam a tecnologia Near Field Communication (NFC), em tradução livre, “comunicação por campo de proximidade”.

Através de campos de radiofrequência, é possível transferir pequenas quantidades de dados entre dois aparelhos próximos. 

O NFC não serve apenas para pagar por aproximação com o cartão. Na verdade, a tecnologia também é utilizada para compartilhar contatos entre dois celulares, acessar controle de acessos (como fechaduras e catracas), etiquetas que permitem acessar informações, entre outros.

Nesse sentido, ao aproximar o cartão de uma maquininha compatível, acontece a comunicação entre os dois aparelhos, de modo que a transação possa ser efetuada. Com tecnologias de criptografia e segurança, nem é preciso digitar senhas para compras menores de R$ 200.

O que fazer se a compra no cartão não foi autorizada, mas a cobrança veio depois?

Passar o cartão e a compra não ser autorizada já é um desconforto e tanto. Quem nunca ficou vermelho quando o atendente disse “compra não autorizada”, não é?

Contudo, às vezes a compra é rejeitada, mas quando você olha no extrato lá está a cobrança. E agora, o que você deve fazer?

Primeiramente, ao ter uma compra negada, faça um print ou tire foto para comprovar o fato. Se for uma compra presencial, guarde a nota fiscal, pois nela você pode provar o método de pagamento usado e demais informações.

Após verificar a cobrança indevida, entre em contato com o emissor do seu cartão, de preferência por chat ou e-mail, enviando todos os comprovantes.

Importante destacar que se for a empresa vendedora que recusou a compra, é responsabilidade dela resolver o problema. Contudo, se for a administradora do cartão que recusou, ela é a responsável.

Feito a reclamação, mas as empresas não devolverem o dinheiro, vale a pena entrar na justiça. Afinal, é seu direito ser ressarcido ou ter a cobrança cancelada na fatura.

Enfim, é seguro?

Por ser tão simples de usar na prática — e nem precisar usar senha para compras menores de R$ 200 — é fácil ver como isso pode ser preocupante para certas pessoas. Afinal, um ladrão não poderia conseguir uma maquininha e sair aproximando das pessoas, roubando o dinheiro?

Contudo, assim como comprar online, há diversas tecnologias de segurança, como criptografia, sistemas de antifraude, entre outros. Bem como há diversas camadas de proteção dos seus dados.

Outro fator importante é que o pagamento por aproximação não realiza o compartilhamento de dados com terceiros. Ou seja, suas informações não são públicas, o que reduz o risco de clonagem, por exemplo.

Mais Opções

Nubank ou Modalmais: Guia comparativo 2021

Próximo Cartão

Como funciona a conta universitária com cartão do Bradesco?

Mais opções para você

Buscando cartão