Como juntar dinheiro rápido?

Advertisement

Se você quer, ou precisa, juntar dinheiro rápido, mas ainda não sabe como, não se preocupe, este artigo é para você! Aqui, vamos te dar algumas dicas para que você possa otimizar o seu processo de economia, confira:

Afinal, é possível juntar dinheiro rápido?

Economizar é um processo que demanda muita paciência e disciplina e, por isso, mesmo que você se dedique ao máximo, será impossível mudar a sua vida financeira do dia para a noite.

Entretanto, existem algumas atitudes que você pode tomar no seu dia a dia para otimizar esse processo. Veja algumas delas abaixo:

10 Dicas para economizar dinheiro rápido

Confira as principais atitudes que você pode adotar para juntar dinheiro mais rápido:

  1. Pague suas dívidas,
  2. Estabeleça metas e objetivos,
  3. Corte ou reduza gastos supérfluos,
  4. Conheça a sua vida financeira,
  5. Anote os seus gastos ,
  6. Crie uma reserva de emergência,
  7. Faça renda extra,
  8. Invista seu dinheiro,
  9. Seja paciente,
  10. Comece agora!

Pague suas dívidas

O primeiro passo para começar a economizar é pagar as suas dívidas e liberar o seu orçamento.

Para isso, liste todos os débitos acumulados e identifique os seus detalhes, como valores, juros e instituições.

Depois, estabeleça prioridades para os pagamentos de acordo com a urgência de pagamento. Priorize as contas que possuem a maior taxa de juros, como o cartão de crédito e o cheque especial. 

Se estiver em dúvida, não hesite a contatar a instituição credora.

Além disso, você pode renegociar suas dívidas. Lembre-se, que antes de começar a negociar, porém, você deve estabelecer um limite de quanto você poderá destinar ao pagamento das dívidas. 

Assim, você pode fazer acordos de maneira mais assertiva com a instituição, de forma a argumentar que tem um valor à vista e que está disposto a quitar o débito, além de pedir a redução da sua taxa de juros, usando comparações com outros produtos no mercado. 

Outra possibilidade para ficar livre das dívidas é trocar as pendências caras por mais baratas. Para isso, basta  usar uma linha de crédito com juros mais baixos do que os juros das pendências que consomem o seu orçamento. 

Vale lembrar, porém, que quitar uma dívida com uma outra linha de crédito exige uma avaliação detalhada das condições do novo empréstimo. Dentre elas, você deve se atentar, principalmente, à taxa de juros, porque, se você escolher uma com taxas altas, você estará criando outra dívida.

Outro aspecto importante para realizar a troca de dívidas, é que você deve conhecer suas finanças e seu orçamento e, desse modo, avaliar se a troca vale a pena ou não. Isso porque, ao aderir a um novo empréstimo, você está assumindo um novo compromisso, que deve ser honrado para evitar mais inadimplências. Por isso, certifique-se de que é o momento certo antes de contratar outra linha de crédito. 

Se na sua situação, trocar de dívida é o melhor a se fazer, comece considerando o valor total devido, somando todos os débitos e os juros. Você pode consultar o CET (Custo Efetivo Total) para se inteirar da situação dos seus empréstimos e financiamentos, bem como das taxas, juros e encargos embutidos.

Depois disso, procure opções compatíveis com a sua situação e perfil financeiro no mercado. Você pode focar nas fintechs, porque elas, geralmente, oferecem condições mais vantajosas e juros mais baixos, em relação aos bancos tradicionais.

Estabeleça metas e objetivos

Estabelecer metas e objetivos mensais para o seu plano de economia é um passo que te ajudará a manter a motivação durante o processo. 

Porém, não adianta nada estabelecer metas que você não vai conseguir cumprir. Por isso, lembre-se de estabelecer objetivos palpáveis e compatíveis com a sua realidade financeira.

Conheça a sua vida financeira

Ao seguir esse passo, fica mais fácil estabelecer metas de poupança. Para isso, é necessário que você saiba responder às seguintes perguntas:

  • Quanto eu ganho?
  • Quais são as minhas necessidades e prioridades financeiras?
  • Qual a minha média de gastos mensais?
  • Eu tenho dívidas?
  • Quais são as minhas metas financeiras?

Depois de respondê-las, você conhecerá a sua realidade financeira e, assim, saberá melhor como administrá-la.

Corte ou reduza gastos supérfluos

Depois de entender a sua vida financeira, você poderá mapear os seus gastos. Dessa forma, você será capaz de detectar quais são os gastos essenciais e quais são supérfluos. Assim, fica mais fácil evitar despesas desnecessárias.  

Anote os seus gastos

Além de corroborar para o passo anterior, anotar os seus gastos permite que você gerencie a sua vida financeira de forma mais eficaz e prática. Para isso, você pode usar aplicativos de gerenciamento financeiro, veja abaixo alguns exemplos:

Guia Bolso

O Guia Bolso consegue unificar todos os seus cartões e contas em um só lugar. Este app possui sincronização automática. Assim, você não precisa inserir os gastos e ganhos mensalmente.

No Guia Bolso, seus gastos e ganhos são categorizados por tipos e podem ser visualizados em gráficos dados pela própria plataforma.

O app ainda conta com um planejamento de metas de gastos, que funciona assim: no início do mês, você coloca o quanto pode gastar em cada categoria do orçamento. No decorrer do mês, o app vai te mostrar se você está conseguindo deixar a meta em dia.

A plataforma está disponível para download para Android e iOS.

Minhas Economias

O app Minhas Economias é 100% gratuito e pode ser usado na versão app ou na versão web.

Neste app, você conta com o Gerenciador de Sonhos, que te mostra quanto é necessário economizar para realizar seus objetivos.

A boa notícia é que para gerenciar suas finanças pelo app Minhas Economias, você não precisa estar conectado à internet, pois todos os registros ficam armazenados em seu smartphone.

A plataforma está disponível para download para Android e iOS.

Organizze

O app Organizze pode ser acessado por smartphone ou pelo computador.

Neste app, você pode receber alertas de todas as contas a serem pagas e pode controlar todas as suas contas de um só lugar.

O app é capaz de emitir relatórios com gráficos completos sobre suas finanças. Dessa forma, você consegue acompanhar sua vida financeira mês a mês.

A plataforma está disponível para download para Android e iOS.

Crie uma reserva de emergência

Uma reserva de emergência pode ser muito útil em situações imprevistas, que exigem gastos não esperados. Ao criar uma reserva de emergência, você pode passar por essas situações inusitadas com mais tranquilidade e sem prejudicar as suas economias.

Faça renda extra

Para juntar dinheiro rápido, é interessante que você ganhe mais do que gastar. Por isso, caso esse não seja o seu caso, você pode optar por fazer uma renda extra. 

Assim, você pode aumentar o seu orçamento exercendo atividades como:

  • dar aulas particulares de idiomas ou reforços,
  • vender marmitas fitness,
  • vender artesanatos,
  • revender produtos e roupas,
  • vender doces e salgados.

Invista seu dinheiro

Investir é outra maneira de expandir o seu capital e, consequentemente, potencializar o seu poder de poupança.

Para isso, você pode começar a estudar sobre esse assunto e conhecer o seu perfil de investidor. Fique à vontade para explorar o nosso site! Temos vários conteúdos interessantes sobre o mercado financeiro.

Seja paciente

Como explicamos no início do artigo, é impossível mudar a sua vida financeira do dia para a noite, visto que esse processo envolve diversas etapas, como você já pôde entender. Assim, para que os seus objetivos não sejam frustrados, é imprescindível que você mantenha a calma e entenda a necessidade de ser paciente.

Comece agora!

Se você começar a economizar agora, já estará começando com o pé direito! Isso porque você não estará perdendo tempo e estará antecipando o hábito de economizar, o que torna tudo mais fácil.

E aí, gostou deste artigo? Não se esqueça de compartilhá-lo e de deixar a sua avaliação!

Te desejamos boa sorte nessa jornada!