Pagar uma dívida ou investir em reserva de emergência: o que é mais indicado?

Autor: Estação

Atualização:


Veja agora mesmo qual a melhor opção que vai trazer menos impacto à sua saúde financeira
É melhor pagar dívidas ou fazer reserva de emergência

Muitas pessoas já se perguntaram se o melhor a fazer é investir na construção da reserva de emergência ou pagar as dívidas.



Essa pode ser uma dúvida recorrente, mas é importante que a decisão final seja assertiva para que os impactos na saúde financeira sejam mínimos.

A situação dos brasileiros

De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada em agosto de 2021, 72,9% das famílias brasileiras estão endividadas.

Com base nesses dados, a recomendação é sempre analisar a real situação financeira: quantas contas em aberto? Quantas conta sem atraso? Quais delas possuem juros? Qual o valor total da dívida?

Caso a situação esteja fora de controle, o ideal é começar a organizar o pagamento das dívidas, para que elas não aumentem e fiquem insustentáveis.

Quitar todas as dívidas pode parecer difícil em um primeiro momento, mas com planejamento financeiro e disciplina é possível!

Reserva de emergência

A reserva de emergência pode ser usada para quitar uma dívida, pagar uma entrada de um financiamento, realizar uma viagem ou ainda, como o próprio nome diz, ser usada em épocas de emergência.

A princípio, o ideal seria guardar entre 5 a 10% dos ganhos mensais. A princípio, pode parecer que é pouco, mas esse dinheiro ao longo dos meses faz com que você entenda melhor o propósito da reserva.

Uma boa dica para a construção da reserva de emergência é usar uma conta bancária diferente da que você usa no dia a dia. Isso faz com que você não se perca gastando mais do que o necessário e usando o dinheiro que seria para a reserva de emergência.

Mais Opções

Como proteger a conta bancária em caso de roubo de celular?

Próximo Cartão

Livros sobre educação financeira

Sobre o Estação

O Estação oferece respostas às suas dúvidas sobre cartões de crédito e contas digitais. O portal quer que você tenha certeza de que está tomando uma boa decisão. Siga o Estação no Google News.

Atenção: Para analisar pedidos de cartões de crédito, as instituições financeiras levam em consideração o perfil financeiro do consumidor. Por isso, é possível que um pedido seja negado em uma instituição financeira e aprovado em outra, já que cada uma usa critérios próprios para avaliação.

Mais opções para você