Se você é MEI e perdeu o prazo da declaração ao Simples Nacional, atenção

Autor: Estação

Atualização:


Ainda dá tempo de regularizar a declaração ao Simples nacional, entenda
Regularização da Declaração do MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) teve até o dia 30 de junho para entregar a Declaração Anual Simplificada (DASN), no site da Receita Federal.



No entanto, quem perdeu esse prazo ainda pode realizar a declaração, apesar da multa.

A multa para quem não fez a declaração

A multa para quem não entregou a declaração no prazo é de 2% ao mês e seu valor mínimo é R$ 50,00.

Por esse motivo, quem perdeu o prazo da declaração deve regularizá-la o mais rápido possível.

Como regularizar a Declaração Anual Simplificada (DASN)

A regularização da DASN é feita online, pelo site Simples Nacional.

O Microempreendedor deve inserir o CNPJ no site e informar quais foram as receitas ao longo do ano de 2021, bem como informar o tipo de atividade exercida.

A declaração deve ser feita por todas as pessoas que tem CNPJ inscrito no MEI, inclusive aquelas que não tiveram renda no ano de 2021.

Para esses casos, basta declarar que nada receberam, no campo valor.

Ao emitir a declaração, é gerada a guia de pagamento da multa.

Enquanto essa situação não for regularizada, o MEI não tem acesso ao documento de arrecadação e fica com o débito ativo.

Quais as consequências do atraso da DASN?

Em casos de atrasos da regularização da DASN, o empresário pode ter os benefícios previdenciários bloqueados.

Para isso não acontecer, o empresário precisa pagar todas as contribuições.

Mais Opções

Saiba mais sobre os novos reajustes nas contas de luz autorizados pela Aneel

Próximo Cartão

Itaú abre inscrições para a 4° edição do Edital de Esportes

Sobre o Estação

O Estação oferece respostas às suas dúvidas sobre cartões de crédito e contas digitais. O portal quer que você tenha certeza de que está tomando uma boa decisão. Siga o Estação no Google News.

Atenção: Para analisar pedidos de cartões de crédito, as políticas internas das instituições financeiras levam em consideração o perfil financeiro do consumidor. Por isso, é possível que um pedido seja negado em uma instituição financeira e aprovado em outra, já que cada uma usa critérios próprios para avaliação.

Mais opções para você