Livros sobre educação financeira

Autor: Estação

Atualização:


Veja algumas indicações de livros sobre finanças
Dicas de livros sobre educação financeira

Não é segredo que quem deseja atingir a independência financeira, além de trabalhar e saber administrar dinheiro, precisa estudar sobre o assunto.



E já foi a época em que só se aprendia fazendo um curso. Isso porque hoje, em plena era da informação, temos muitos livros e materiais acessíveis que equivalem ao conteúdo dado em um curso.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de livros sobre educação financeira. Confira!

  1. Os segredos da mente milionária – Harv T. Eker – Neste livro, o autor conta não somente sobre sua história de vida, mas acima de tudo, como conseguiu mudar as crenças negativas e transformá-las em bons hábitos financeiros.
  2. Casais inteligentes enriquecem juntos – Gustavo Cerbasi – O autor brasileiro ensina estratégias para os casais lidarem com as finanças de forma simples e clara.
  3. Me poupe: 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso – Nathália Arcuri – A autora, que se tornou milionária aos 32 anos, dá dicas fáceis e didáticas sobre a melhor forma de economizar e juntar dinheiro.
  4. O poder da educação financeira  – Robert Kiyosaki – Neste livro, o autor mostra como o conhecimento financeiro tem o poder de transformar as finanças, ainda que se tenha nascido em condições desfavoráveis.
  5. O Homem mais rico da Babilônia – George S. Clason – Esse livro contém lições sobre como multiplicar riquezas e solucionar problemas financeiros.

Comece a estudar sobre o universo das finanças hoje mesmo!

Mais Opções

Pagar uma dívida ou investir em reserva de emergência: o que é mais indicado?

Próximo Cartão

Privatização: uma discussão sobre a privatização no Brasil

Sobre o Estação

O Estação oferece respostas às suas dúvidas sobre cartões de crédito e contas digitais. O portal quer que você tenha certeza de que está tomando uma boa decisão. Siga o Estação no Google News.

Atenção: Para analisar pedidos de cartões de crédito, as políticas internas das instituições financeiras levam em consideração o perfil financeiro do consumidor. Por isso, é possível que um pedido seja negado em uma instituição financeira e aprovado em outra, já que cada uma usa critérios próprios para avaliação.

Mais opções para você