Banco Inter: É bom mesmo? Veja os pontos positivos e negativos

31/03/2021 às 16:49
Inter, o ilustre conhecido dos mineiros.

Publicidade

Com uma conta 100% digital e gratuita, o Banco Inter tem hoje cerca de 8,5 milhões de clientes.


Publicidade

Outra façanha do Inter é ser o único com conta corrente, crédito, investimentos, seguros, consórcio, conta Pessoa Físicas, Jurídica e MEI.

São facilidades que contemplam o nosso dia a dia, além de todos esses serviços serem totalmente gratuitos.


Publicidade

Sou um pouco suspeita para falar do banco, por ser #sanguelaranja e ser muito feliz por isso.

Se for possível perguntar aos correntistas a razão de serem tão satisfeitos com o banco, certamente a resposta seria as contas digitais PF, PJ e MEI, as TEDs gratuitas e ilimitadas, além de saques sem custo e também ilimitados na rede Banco24Horas, cartão de crédito internacional e sem anuidade.

E, para completar, os tão bem-vindos produtos como, seguros, consórcio, empréstimos e financiamentos, além de investimentos.

Tudo isso numa plataforma ampla e perfeita.

O Inter oferece uma série de investimentos tão seguros quanto a poupança, com rentabilidade maior para pessoas físicas, que têm um capital modesto, no entanto, estão dispostas a fazer investimentos que tragam liquidez.

E no Inter você encontra dois tipos de CDBs:

  • o de liquidez diária: resgate do dinheiro quando quiser, e
  • o de prazo fechado: com resgate na data de vencimento.

Já o Inter Invest, basta criar uma “comunidade” de amigos e familiares para aumentar a rentabilidade de suas aplicações.

LCI: Letra de Crédito Imobiliário, que pode ser indexada ao CDI, IGPM ou ao IPCA, é uma boa opção de investimento para quem tem objetivos de médio e de longo prazo. O investimento é também sem desconto de IR.

Tesouro Direto: com apenas R$ 30,00, já pode começar a investir! De acordo com o banco, é um investimento seguro, tem liquidez diária e você pode negociar os papéis se precisar resgatar o dinheiro.

Banco Inter bate a marca de 10 milhões de clientes

Com todo esse crescimento em 2020, o Banco Inter quebra a marca de 10 milhões de contas digitais.

Quando se observa os dados de contas com saldo, são 5,4 milhões. Isso é um aumento de 119% em relação ao primeiro trimestre de 2020, quando havia 2,5 milhões de contas com saldo. Ademais, o saldo médio fechou em R$ 1,3 mil, um aumento de 25% na comparação anual.

Entretanto, isso está longe de ser o real alvo do Banco Inter.

Agora, o banco quer fechar o ano de 2021 com o dobro de clientes, ou seja, 20 milhões de clientes. Entretanto, a expectativa é que sejam 16 milhões de correntistas e 4 milhões de usuários do marketplace, o Inter Shop, que será aberto para clientes não correntistas.

De Intermedium Financeira para Banco Inter

O Banco Inter é fruto de uma reviravolta de estratégia radical.

A instituição foi fundada em 1994, como braço financeiro do grupo MRV Engenharia S.A, atuando com crédito empresarial e, em seguida, crédito consignado. Aliás, a empresa se chamava Intermedium Financeira.

Durante 20 anos o Intermedium cresceu suas ofertas, abrindo a própria corretora de investimentos e seguros e novos tipos de créditos.

Em 2015 foi um momento de mudança radical. Foi quando lançaram sua conta digital, tornando-se o primeiro banco 100% digital do Brasil.

Entretanto, foi só em 2017 que o nome mudou para Banco Inter. No ano seguinte, o banco abriu o capital na Bolsa de Valores e encerrou o ano com 1,4 milhão de clientes. Em 2019, mais uma injeção de capital, agora de R$ 1,2 bilhão em parceria com o SoftBank, para impulsionar todo esse crescimento que estamos vendo.

Como é a abertura da conta?

Se já começou a ficar interessado pelo laranjinha, você vai conhecer agora o processo de abertura de conta que, levando em consideração as responsabilidades burocráticas, é bastante simples.

Eu abri minha conta num pequeno intervalo que tive no meu trabalho.

Se você não tem limitador financeiro, é brasileiro ou brasileira e está com seu CPF válido, pode se considerar cliente.

Para isso, é preciso informar dados pessoais e  tirar sua famosa selfie. (Já conhecendo o processo, tratei de passar uma base, pó compacto, realçar os olhos com um pouco de rímel e usar um batom legal), além de fotos do RG, comprovante de residência e da sua assinatura.

Em seguida, faça a confirmação do e-mail, do número de celular e cadastre sua senha.

Espere um pouquinho para análise dos dados, porque logo, logo cairá em suas mãos o famoso e lindo laranjinha.

Laranjinha é maneira carinhosa como muitos expressam, mas, na verdade, trata-se de um cartão “alaranjado” de cor bem viva mesmo!

A propósito, o Banco Inter oferece três opções de cartões, todos eles múltiplos, ou seja, têm as funções débito e crédito e com anuidade zero para sempre.

São eles: o de entrada na cor laranja, Gold, Platinum, cor Cinza e MasterCard Black, cor preta. A bandeira é a Mastercard Internacional.

Os cartões cujos segmentos são Black e o Platinum contam com serviços de viagens completos.

Se quiser, você pode solicitar até 4 cartões adicionais, sendo também livres de taxas de adesão ou anuidade e não precisam estar em nomes de parentes do titular.

Mas como nem tudo são flores, o Inter tem também alguns pontos negativos. Por isso, compartilho com você alguns pontos que os usuários mais reclamam. Veja alguns exemplos:

o banco não funcionar final de semana, o atendimento pelo chat é demorado, muita ocorrência do aplicativo fora do ar e há também quem diga sentir muita dificuldade para ser aprovado no cartão de crédito.

Bem, neste meu ofício, é preciso dizer tudo e, quanto mais sincera for, mais confiança receberei de vocês.

E digo mais: quando era mais jovem, logo que passei no vestibular e comecei a trabalhar, a falta de grana fazia parte da minha vida. Tudo era muito contadinho: pagar faculdade, comprar livros, sobreviver e tal.

Para mim, ter um cartão de crédito seria realmente uma maravilha, de maneira que hoje vejo que as oportunidades são bem maiores.

E o Banco Inter é uma instituição que pensa no jovem, no trabalhador, no investidor, no empresário.

Daquele que desfruta de cargos altos e grandes renumerações, até ao trabalhador médio, com rendimentos moderados, mas, nem por isso deixa de fazer aplicações e adquirir patrimônio.

Isso me faz lembrar, na verdade, da minha pequena restrição, quando abri minha conta. E hoje, após 3 anos como correntista, abri minha conta MEI e “ganhei” meu cartão de crédito.

Posso dizer que o Inter me ajudou a resgatar meu poder de compra e, sem exagero, devolveu-me minha segurança.

O Inter “olha” para você de igual para igual. Daí as oportunidades que lança continuamente a todos os seus correntistas.

É isso aí!

Se quiser trocar mais ideias, entre em contato com a gente, terei o maior prazer em compartilhá-las com você.

Se preferir dê aqui o seu depoimento, você tem espaço para tanto. Afinal, estamos aqui para isso: um ajudando o outro o tempo todo.

Abrir conta no Inter
Mais Opções

Conta Santander Select: Conta corrente com investimentos exclusivos

Próximo Cartão

Brasil, país de inadimplentes. Quando perdemos nosso direito à compra?

Mais opções para você

Buscando cartão

0