Como lidar com imprevistos financeiros de maneira inteligente?

18/05/2021 às 16:28
Invertendo esse sentimento de negação em relação ao seu dinheiro, é possível começar a enxergar essas situações de maneira mais positiva.

Publicidade

Mas, o que são imprevistos financeiros? 


Publicidade

Se, ao sair de casa, você sofre um acidente de trânsito que te deixa impedido de trabalhar neste dia, trata-se de um imprevisto, ok?

Por outro lado, se você excede e usa todo o limite de seu cartão de crédito ou deixa de pagar contas ou boletos, não se trata de um imprevisto e, sim, de uma má gerência financeira.


Publicidade

Portanto há duas formas de você lidar com gastos. A primeira delas é o acidente de trânsito que lhe impediu de trabalhar e ocorreu de forma imprevista, inesperada. A segunda é falta de planejamento, de descontrole financeiro, certo?

Em qual caso você se encontra? Se, por ventura, responder que está no segundo caso, este post é para você. 

Por isso, continue com a gente que vamos lhe dar excelentes dicas para você fazer e manter o controle financeiro sobre SEU dinheiro.

Qual o melhor plano emergencial? 

De acordo com o Nubank, existem três estratégias importantes para lidar com imprevistos financeiro, que são:

1. elaboração de um orçamento mensal. Para a fintech, é importante ter um controle do quanto você ganha e do quanto gasta mensalmente, criando uma planilha, a fim de separar gastos por categorias. Essa é uma boa forma de conhecer quais são os itens que você mais consome, qual impacto deles no seu salário e, portanto, como cortar essas despesas para economizar, por exemplo:

. aluguel e/ou condomínio, contas de água, luz, gás, IPTU, 

. transporte, estacionamento, gasolina e transporte público,

. alimentação, restaurantes, supermercado,

. saúde, convênio, consultas, medicamentos,

. educação, mensalidades, cursos, material escolar, livros,

. financiamentos, dentre outros. 

O hábito de descrever detalhadamente seus gastos em um planilha lhe dará clareza, segurança e, sobretudo controle o controle mensal de todas as suas despesas.

2. criar uma reserva de emergência para lhe auxiliar num momento de algum imprevisto. Para muitas pessoas, é difícil “guardar” dinheiro. 

Especialistas financeiros recomendam, em primeiro lugar a organização – a planilha, por exemplo. 

À medida que você tem conhecimento do tanto que entra e o tanto que sai de seu “bolso”, fica mais fácil descobrir quanto é possível separar. Se possível, defina um valor fixo mensal, mesmo que seja pequeno,  e comece o mês separando, antes de pagar as contas.

Se para você isso for difícil, tente começar a guardar o mínimo possível, até se tornar hábito. Daí vai chegar o momento de a primeira coisa a fazer, assim que receber seu salário, será separar a grana para casos de necessidade urgente.

3. contratação de seguros: para a financeira essa é também uma maneira de “guardar” dinheiro. 

O seguro é bem-vindo porque ultrapassa as dificuldades financeiras. Mas deixamos aqui um alerta para o seguro. Há de ser bem planejado e nunca feito de imediato, às pressas, no momento em que ocorre o imprevisto financeiro. Agindo assim, você pode se tornar uma vítima de preços exorbitantes e fraudes.

Não se esqueça de que estamos falando de controle, hábitos que devem ser feitos paulatinamente.

Não pense que iniciando uma planilha hoje, sua vida financeira estará resolvida no próximo mês, ao contrário. 

Inicialmente você vai ter de ser muito crítico de si mesmo, e aprender a se auto avaliar para não cometer gastos excessivos.

Talvez sua vida financeira tende a melhorar nos próximos 3 meses. Temos de ser realistas. 

Cortar despesas ou terminar um empréstimo, diminuir sua fatura, economizar no supermercado e, assim por diante vai levar alguns meses.

É preciso persistência, empenho e, novamente, transformar esses aspectos em hábitos.

O que fazer para não ser pego de surpresa novamente? 

Assim como a planilha, montar um calendário financeiro é também uma boa alternativa para você não cair em armadilhas financeiras.

A planilha é mais específica e detalhada, já o calendário financeiro você acompanha seus gastos e ganhos no dia a dia e, também não paga contas atrasadas por ter esquecido as datas de vencimento.

Assim você evita perder prazos, a inadimplência, mantém suas contas financeiras em dia e reduz custos.

Hábitos que irão lhe ajudar a manter seu controle financeiro 

. Registre todos os seus gastos,

. Estabeleça metas,

. Economize parte do salário,

. Escolha os melhores investimentos e monitore suas aplicações financeiras,

. Busque sempre informações sobre finanças,

. Acompanhe a fatura de seu cartão.

. Controle o desperdício, 

. Compare preços,

. Fuja de parcelamentos e de compras por impulso, e

. Viva com menos do que ganha.

Esperamos que você tenha gostado dos nossos conselhos e que eles se tornem efetivamente um hábito para você.

Nossa intenção é te ajudar a se organizar para enfrentar os imprevistos financeiros sem desequilibrar as suas finanças. 

Se o post foi útil, te ajudou e você já começou a pôr em prática nossas dicas, compartilhe com a gente.

Seu depoimento será muito bom pra gente, da mesma forma que será fundamental para o sucesso de outros leitores também.

Agora, caso tenha ficado alguma dúvida, fale com gente. estamos aqui para lhe ajudar sempre.

Até a próxima.

Banco Pan.
Mais Opções

Qual o cartão do Itaú que não paga anuidade?

Próximo Cartão

Como escolher o melhor cartão para negativado: Nubank ou Inter?

Mais opções para você

Buscando cartão

0