6 erros que você NUNCA deve cometer com seu cartão de crédito



Publicidade

Confira neste artigo os erros que as pessoas acabam cometendo com o cartão de crédito. Para que você não caia nessa e acabe perdendo muito dinheiro, confira essas 6 dicas para evitar dívidas.  Publicidade Primeiro erro: não acompanhar o extrato…

Confira neste artigo os erros que as pessoas acabam cometendo com o cartão de crédito. Para que você não caia nessa e acabe perdendo muito dinheiro, confira essas 6 dicas para evitar dívidas. 



Publicidade


Primeiro erro: não acompanhar o extrato do seu cartão de crédito

Você deve acompanhar sempre o extrato do seu cartão, por quê? Porque só assim você saberá se houve ou não alguma transação fraudulenta, se ele foi clonado!

E, além disso, se houve alguma cobrança indevida, como por exemplo: aqueles seguros que de vez em quando aparecem aí nos cartões de crédito, hein?! Outro ponto importantíssimo, ao acompanhar a fatura do seu cartãozinho de crédito é o que?

É sim o controle das suas finanças, porque quando você não acompanha diariamente, você acaba se esquecendo do que comprou e no momento que você esquece você pode sim extrapolar o seu orçamento e acabar se endividando.

Não queira se endividar com cartão de crédito, viu!

Segundo erro: pagar seguro de perda ou roubo do cartão

Muitas instituições vendem sim esse seguro de perda ou roubo do cartão, mas o que, essa empresa faz? Ela protege o cliente, ressarcindo de qualquer valor gasto por terceiros, após a perda ou roubo do cartão.

Esse seguro pode parece boa coisa, mas você não precisa pagar por ele. Por quê? Porque é direito do consumidor, garantido por lei, que qualquer compra que não seja realizado por você, você não é obrigado a pagar.

Então caso seu cartãozinho seja clonado, você não é obrigado a pagar, o que um terceiro gastou com ele. 

Terceiro erro: efetuar somente o pagamento mínimo

Este é um erro bem comum de se ter cometido.

Quando você paga qualquer valor menor do que o valor total da sua fatura, você estará entrando no crédito rotativo e aí salve-se quem puder!

Porque os juros são altíssimos, em média custa aqui no Brasil 15% ao mês, mais não é só isso tem também IOF adicional de 0.38% mais o IOF diário de 0.0082%.

Tem também os juros de mora, mais a multa por atrasado da sua fatura. Então vai virar sim, uma bola de neve.

Quarto erro: overlimit

O que, que é esse negócio de Overlimit?

É quando você extrapola o seu LI MI TE! Você usou todo o limite disponível no seu cartão de crédito “and” um pouquinho a mais ainda.

O que, que você está fazendo com a sua vida? Quando você extrapola o limitizinho do seu cartão de crédito o que acontece?

É cobrado uma tarifa por avaliação emergencial de crédito. Tem cartões de crédito que não tem está função do overlimit, da avaliação emergencial de crédito. Já tem outros cartões que você precisará da aprovação e em algumas situações você é aprovado e em outras situações você não é aprovado. 

Muitas pessoas já me comentaram, falaram que não entenderam essa tarifa que foi cobrada, pois é isso mesmo. Caso você queira gastar além do limite, será sim cobrada uma tarifa na maioria dos casos e não é barato!

Quinto erro: pagar contas

Quando você paga contas utilizando a função crédito do seu cartão de crédito, a sua conta sairá bem mais cara sim!

Aquelas continhas que já estamos bem acostumados, como: água, luz, telefone, tributos, boletos de cobrança e por aí vai. Cada banco cobra uma determinada tarifa por este serviço, então procure saber o que, que você terá que pagar, antes de utilizar está função. Por exemplo no Bradesco é cobrada uma tarifa de R$15 + juros + IOF adicional + IOF diário. Imagina quanto vai sair o pagamento das suas contas.

Então procure saber antes de sair pagando as contas com a função no cartão de crédito, beleza?!

Sexto erro: saques

A maioria dos bancos cobram tarifa quando você saca do seu cartãozinho de crédito e não é somente isso, cobram também juros, além do IOF (o imposto sobre operações financeiras).

No momento que você faz um saque com o seu cartãozinho de crédito o que o banco entende? Entende que ele está te concedendo um empréstimo. Por isso, que existem todas essas cobranças por trás.

Em média você pagará 20% mais caro por este dinheiro. Então foi lá, sacou R$ 100, vai pagar quanto? R$ 120, mas óbvio que cada banco tem uma cobrança diferente.

Então olhe bem e veja se realmente vale a pena sacar este dinheiro, porque ele custa muito CARO.

Mais Opções

Como investir com pouco capital?

Próximo Cartão

Empréstimo pessoal Lendico: Simule e Veja como é Fácil

Mais opções para você

Buscando cartão