Será o fim dos cartões de crédito sem anuidade? Entenda

Autor: Estação

Atualização:


Bancos digitais podem acabar com os cartões de crédito sem anuidade, conforme proposta do Banco Central. Confira
Banco Central pode acabar com cartões sem anuidade

O Banco Central fez uma proposta de mudança na Tarifa de Intercâmbio recentemente. Esta mudança, que iguala as tarifas cobradas em transações feitas por cartões, pode colocar as fintechs e os bancos tradicionais em lados opostos.



A Tarifa de Intercâmbio (TIC) é uma tarifa que a empresa responsável pela bandeira do cartão paga ao banco. Essa tarifa serve para compensar o banco pelos valores e benefícios recebidos pelos estabelecimentos que aceitam pagamentos eletrônicos.

Os valores cobrados com a TIC são a principal fonte de receita das fintechs. E por causa dessa receita, alguns serviços podem ser oferecidos gratuitamente.

Quando tudo começou?

Em 2018, o Banco Central decidiu estipular um teto de 0,5% na TIC para cartões de débito, argumentando que o objetivo era incentivar o uso da modalidade no Brasil.

Nessa época, a maioria das fintechs emitiam apenas cartões pré-pagos. Por esse motivo, o teto de 0,5% não se aplicava às start ups.

Mas agora, o Banco Central pode estipular o mesmo teto para cartões de débito e também pré-pagos, e assim, reduzir os ganhos das fintechs.

E agora?

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos), em outubro de 2021, apresentou um documento na consulta pública aberta pelo banco central em que alegava ser contra o tabelamento do teto, mas que entendia que a proposta traria uma paridade entre os envolvidos.

Na primeira semana de junho de 2022, os representantes da Zetta – Associação sem fins lucrativos fundada pela Nubank e Mercado Pago que tem objetivo de dar visibilidade aos posicionamentos dos associados aos reguladores – se reuniram com representantes do BC para defender a ideia de que o teto prejudicaria as operações das fintechs.

A Zetta também alega que essa mudança pode dificultar o acesso das pessoas aos serviços bancários.

O Banco Central, por sua vez, informou que está analisando todas as alegações e informações recebidas do mercado e que em breve, a proposta será submetida à diretoria.

Mais Opções

Xepa online: economize até 70% comprando produtos que estão perto da data de vencimento

Próximo Cartão

Fiz um pix para a pessoa errada, e agora?

Sobre o Estação

O Estação oferece respostas às suas dúvidas sobre cartões de crédito e contas digitais. O portal quer que você tenha certeza de que está tomando uma boa decisão. Siga o Estação no Google News.

Atenção: Para analisar pedidos de cartões de crédito, as políticas internas das instituições financeiras levam em consideração o perfil financeiro do consumidor. Por isso, é possível que um pedido seja negado em uma instituição financeira e aprovado em outra, já que cada uma usa critérios próprios para avaliação.

Mais opções para você